A Marinha recuperou um veleiro que tinha sido roubado nas Bermudas, a 08 de agosto, e que estava à deriva a 20 milhas náuticas, cerca de 37 quilómetros, da ilha Graciosa, nos Açores.

Foi o próprio tripulante e autor do roubo, um homem de 61 anos, que pediu ajuda por o veleiro se encontrar à deriva, «com avaria na máquina e em vários equipamentos de navegação», segundo um comunicado da Marinha hoje divulgado.

O alerta chegou na quarta-feira de manhã ao Centro Coordenador de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), através da associação de pescadores Porto de Abrigo, que informou que o veleiro HOKU KEA, registado na Finlândia, «havia solicitado apoio».

O barco foi rebocado para o porto da Praia da Graciosa, tendo o homem sido detido.