Um choque em cadeia na A28 provocou esta quarta-feira uma vítima mortal, dois feridos graves, quatro feridos ligeiros e trânsito condicionado. O acidente, que envolveu um veículo pesado, cinco viaturas ligeiras e um motociclo, ocorreu no sentido Norte/Sul, na ponte de Leça da Palmeira.

A vítima mortal é uma mulher de 30 anos e entre os feridos graves está uma criança de quatro anos e uma mulher de 55 anos. Os dois feridos graves foram transportados para o Hospital de São João.

Os quatro feridos ligeiros são três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 23 e 75 anos, e estão a ser acompanhados no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorros (CDOS) do Porto informou que alerta do acidente foi dado às 15:19, mas as causas do mesmo ainda estão por apurar.  

A comandante operacional da Proteção Civil de Matosinhos, Susana Gonçalves, afirmou à TVI que o local onde ocorreu este choque em cadeia é uma zona onde se registam muitos acidentes.

"A GNR ainda está  no local a fazer averiguações. É uma reta, mas é uma zona onde verificamos muitos acidentes porque tem muito trânsito e tem uma saída que tem muita circulação de viaturas pesadas."


Susana Gonçalves acrescentou ainda que o processo de socorro às vítimas envolveu operações de desencarceramento, o que o tornou mais demorado. No total, cerca de 50 operacionais estiveram envolvidos nas operações, apoiados por 40 viaturas de diferentes organizações de socorro, tal como o INEM, a Brigada de Trânsito da GNR, os bombeiros, a Cruz Vermelha e a Proteção Civil.

Na sequência do acidente, o trânsito ficou condicionado na A28, em direção Viana do Castelo/Porto para a limpeza da via e remoção viaturas. Foi restabelecido às 18:40, três horas depois da colisão.