Um jovem com 28 anos morreu este domingo à tarde na sequência de um despiste no IC28 e queda de uma altura de 40 metros, em Arcos de Valdevez, disse à Lusa o comandante dos bombeiros locais.

De acordo com a mesma fonte o acidente ocorreu cerca das 16.50 horas no sentido Ponte de Lima/ Arcos de Valdevez do IC 28 ao quilómetro 9,6 na freguesia de Távora, e ao que tudo indica, «o jovem terá adormecido ao volante».

«Nessa zona, no final de uma reta há um viaduto em curva e ele seguiu em frente. O carro subiu o talude passou para o sentido contrário da via e foi projetado num voo de uma altura de cerca de 40 metros. Ainda capotou várias vezes até parar», explicou Filipe Guimarães.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez adiantou que o carro ficou «totalmente irreconhecível»: «Só foi possível perceber a marca do veículo através das jantes», disse.

«Tudo leva a crer que terá adormecido ao volante. Era técnico de som de uma empresa responsável pela montagem de espetáculos. Segundo o irmão já não vinha a casa há cerca de uma semana», sublinhou.

O jovem era natural de Barral, São João de Vila Chã, no concelho vizinho de Ponte da Barca.

No local compareceram a Ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Arcos de Valdevez, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Viana do Castelo e os bombeiros voluntários de Arcos de Valdevez, num total de seis viaturas e 15 homens. O cadáver foi transportado para o Instituo de Medicina Legal de Viana do Castelo.