O ex-candidato do PSD/Açores à câmara de Lagoa, nas últimas autárquicas, vai responder em tribunal por um crime de homicídio por negligência, na sequência de um acidente em que morreu um jovem, disse à Lusa fonte ligada ao processo.

O empresário Gaspar Costa despistou-se e embateu numa árvore, na madrugada de 4 de agosto de 2013, no centro da Lagoa, na ilha de São Miguel, nos Açores, tendo na altura fonte policial revelado que conduzia com uma taxa de 1,65 gramas de álcool por litro no sangue.

No veículo, seguiam outros quatro ocupantes, um dos quais um jovem de 19 anos que acabou por morrer em resultado dos ferimentos.

Uma outra jovem, também de 19 anos, foi transportada para o hospital de Ponta Delgada, com ferimentos graves. Os outros dois ocupantes sofreram ferimentos.

O homem vai também responder em tribunal por um crime de condução perigosa e por um crime de ofensa à integridade física, segundo a mesma fonte disse hoje à Lusa.

No dia a seguir ao acidente, Gaspar Costa foi presente a tribunal tendo ficado sujeito a termo de identidade e residência, indiciado pela prática dos crimes de homicídio por negligência e condução sob efeito de álcool.

O empresário foi apresentado como candidato independente com o apoio do PSD à Câmara Municipal da Lagoa, ilha de São Miguel, nas autárquicas de setembro de 2013, candidatura que acabaria por retirar.

«Irei carregar, durante toda a vida, a responsabilidade pelo sucedido esta madrugada e lamentar para sempre a dor dos familiares e amigos dos envolvidos neste trágico acidente», frisou, na altura, Gaspar Costa, num comunicado enviado à imprensa.