Um choque em cadeia com quase 20 viaturas, incluindo um autocarro, provocou uma vítima mortal e vários feridos, esta quarta-feira, na autoestrada A12, a caminho da ponte Vasco da Gama e a seguir às portagens de Pinhal Novo.

Uma mulher, encontrada dentro de um carro, inconsciente, quando já se procedia à limpeza da via e dos destroços, acabou por falecer no local, como lamentou Rui Costa, da Proteção Civil de Setúbal, em direto na TVI, às 13:00, não conseguindo explicar como é que aquela vítima só foi detetada passadas horas do acidente, dizendo que a senhora estava dentro de um carro no meio de outros acidentados. 

A Proteção Civil de Setúbal, numa atualização por volta das 12:15, informara que tinha sido  encontrada uma nova vítima, encarcerada numa viatura, e que esta estava a ser observada numa ambulância de emergência médica, desconhecendo-se o grau de ferimentos. A confirmação do óbito chegou cerca de uma hora depois. 

“Há a registar a morte de uma senhora, de 55 anos, e 15 feridos ligeiros", disse à agência Lusa o capitão Antonino Ferreira, comandante do destacamento de trânsito da GNR de Setúbal.


Antes, o Segundo Comandante da Proteção Civil de Setúbal, Rui Costa, havia feito o balanço à reportagem da TVI24, dizendo que, ao todo, tinha sido "16 feridos", muitos deles apenas assistidos no local. Os feridos eram "ligeiros" e apenas nove acabaram por ser encaminhados para vários hospitais da zona. Três dos feridos foram levados para o Hospital de São José e outros três para o Hospital de Santa Maria, ambos em Lisboa. Os restantes três feridos foram encaminhados para o Hospital de São Bernardo, em Setúbal, segundo o INEM. 

Quinze viaturas, um autocarro e um motociclo estiveram envolvidos nesta colisão, de acordo com o balanço feito pela Proteção Civil. 

 De acordo com fonte do CDOS de Setúbal, o alerta foi dado às 09:39. O denso nevoeiro poderá estar na origem do acidente.

Para o local foram deslocados 23 veículos e 47 operacionais dos bombeiros, INEM, GNR e Brisa, de acordo com o CDOS. O forte aparato de viaturas envolvidas no acidente, mobilizou meios de diversas regiões para o local, nomeadamente, duas VMER, de Loures e de Setúbal, bem como ambulâncias dos bombeiros de Palmela, Pinhal Novo, Moita, Águas de Moura, Montijo e Alcochete, como acrescentou fonte do INEM à tvi24.

A circulação rodoviária no troço da A12 entre Pinhal Novo e Montijo foi restabelecida pelas 14:30, disse à Lusa a GNR de Setúbal. O trânsito esteve cortado durante cinco horas.