A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quarta-feira, a detenção de um jovem de 16 anos, em Chaves, por suspeitas de abusar sexualmente de crianças numa instituição de acolhimento da cidade.



«Os factos ocorreram na zona de Chaves, no dia 19 de junho de 2014, durante a tarde, nas instalações de uma instituição de acolhimento de jovens desfavorecidos económica e socialmente», refere a PJ, em comunicado enviado à Lusa.



O detido, estudante, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial.



O relato de situações relacionadas com abusos sexuais, furtos ou fugas de alunos são «recorrentes» naquela instituição, sob a direção da Misericórdia de Chaves, que acolhe jovens sem proteção familiar dos seis aos 18 anos ou até aos 21 anos em casos excecionais.



Em 2011, após um miúdo se ter queixado de ter sido abusado sexualmente por um pastor, surgiram suspeitas de que as crianças eram aliciadas com dinheiro, por «pessoas externas» à instituição, a troco de eventuais favores sexuais.



Na altura, a Santa Casa começou a atribuir uma mesada aos jovens para acautelar aliciamentos por parte de terceiros.



A Agência Lusa tentou, até às 18:30, obter esclarecimentos por parte da direção da instituição de acolhimento, mas sem sucesso.