Um homem foi condenado esta sexta-feira, no Tribunal de Almada, a seis anos e meio de prisão por ter abusado sexualmente do filho, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

De acordo com uma nota publicada, esta sexta-feira, no site da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, o arguido «encontrava-se acusado da prática de um crime de abuso sexual de criança agravado».

A nota esclarece que o arguido «é pai da vítima».

«O Tribunal Coletivo deu como provados todos os factos constantes na acusação» e «o acórdão não transitou ainda em julgado», refere também a nota.