Um jovem de 24 anos residente na zona de Tondela foi detido por presumível abuso sexual de uma criança, sendo suspeito de mais crimes desta natureza com outros menores, informou esta quinta-feira a Polícia Judiciária.

«Há uma forte possibilidade de haver mais vítimas», adiantou à agência Lusa uma fonte da PJ, ao indicar que o detido revela «interesse direto por crianças», as quais tenta seduzir através de uma rede social.

As investigações decorriam desde outubro passado, na sequência de uma denúncia dos pais da vítima, um rapaz que tem atualmente 13 anos e que também reside na área de Tondela.

O arguido, solteiro, é suspeito da «prática reiterada» de vários crimes de abuso sexual contra aquele menor, que conheceu por intermédio do Facebook, trocando mensagens diversas com a criança, que tinha 12 anos quando começaram o relacionamento, em setembro de 2013.

Os abusos prolongaram-se durante cerca de meio ano, com o adulto, «sem profissão definida e sem antecedentes criminais», a seduzir a criança com a promessa de telemóveis ou tablets.

«Ia-lhe alimentando essa expectativa», mas nunca chegou a concretizar as ofertas, disse a fonte policial.

A vítima era atraída para encontros em locais isolados, no carro do suspeito, ou na sua casa, onde os crimes foram consumados.

Os pais intercetaram algumas das «mensagens de teor sexual» e confrontaram o filho, que confirmou a situação.

Presente na quarta-feira a um primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.