A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem de 54 anos, na zona de Cantanhede, por alegados crimes de abuso sexual a uma criança, atualmente com 17 anos.

Os crimes aconteceram «num contexto de uma relação de vizinhança» entre o abusador e os pais da rapariga, disse uma fonte da PJ à agência Lusa, realçando que havia entre as partes «muita amizade e confiança».

Divorciado, trabalhador da construção civil, o detido «passa temporadas no estrangeiro», por razões profissionais, e foi detido na terça-feira por elementos da PJ de Coimbra, acrescentou a fonte.

O homem é suspeito da «prática reiterada de vários crimes de abuso sexual de crianças», que terão começado em 2009, quando a vítima tinha 12 anos, refere a PJ em comunicado.

O arguido, sem antecedentes criminais, foi presente a um primeiro interrogatório judicial na quarta-feira, no Tribunal de Cantanhede, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.