Um juiz de instrução decretou a prisão preventiva para um homem de 54 anos que a Polícia Judiciária deteve pela presumível prática de crimes de abuso sexual de crianças e de violação, ocorridos no verão de 2012 na zona do Grande Porto.

O suspeito, de nacionalidade estrangeira, com antecedentes por abuso sexual de crianças, "aproveitava a sua atividade de músico e cantor de festas de karaoke para conhecer menores de idade e seus progenitores, com os quais estabelecia relações de amizade”, esclarece a PJ, em comunicado.

Neste contexto, com o pretexto de ensinar as vítimas a cantar, obtinha dos respetivos pais autorização para conviver de perto com os menores, nomeadamente na sua residência.

“Depois de estabelecer uma relação de confiança com as vítimas, com idades compreendidas entre os 11 e os 14 anos, sujeitava-as a agressões sexuais, que aquelas acabaram por relatar aos progenitores”, acrescenta.