A GNR recolheu esta quinta-feira vários explosivos de guerra, já desativados, que se encontravam abandonados num descampado junto da localidade de Aldeias, no concelho de Gouveia.

Fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda disse à agência Lusa que elementos da Equipa de Inativação de Agentes Explosivos recolheram no local quatro disparadores, uma mola disparador, uma mina antipessoal, uma granada de mão defensiva e outra de instrução.

Os explosivos, que «já estavam desativados e não apresentavam qualquer perigo», foram recolhidos pela equipa e posteriormente destruídos na carreira de tiro da Guarda, indicou.

Os materiais encontrados «eram utilizados na Guerra do Ultramar» e a sua proveniência está a ser investigada pela GNR.

Segundo a fonte, os explosivos «terão sido colocados recentemente no local», onde foram detetados por um militar da GNR reformado que alertou o Destacamento Territorial de Gouveia.

Logo que foi dado o alerta, a GNR deslocou para o local elementos do Núcleo de Investigação Criminal, que confirmaram a presença dos explosivos e deram conhecimento à equipa que os recolheu e destruiu, conta a Lusa.