Uma operação da GNR de Vila Nova de Gaia contra o tráfico de droga resultou esta quarta-feira na detenção de 13 indivíduos e na apreensão de quase 59 mil doses de vários estupefacientes, informou aquela força de segurança.

A operação policial consistiu na realização de 24 buscas (16 domiciliárias e oito a outros locais) e levou à constituição de arguido de mais três pessoas, além da apreensão de outro material alegadamente relacionado com a atividade ilícita.

A GNR informa, em comunicado, que os detidos e arguidos residem nos concelhos de Vila Nova de Gaia e Ovar.

Os treze detidos, todos homens, têm idades entre os 22 e os 43 anos e os arguidos, uma mulher e dois homens de 35, 19, 23 anos.

Nas buscas realizadas hoje, no seguimento de uma investigação no âmbito de um processo de tráfico de estupefacientes, foram encontradas e apreendidas 51.716 doses de haxixe, 4.333 doses de canábis, 1.470 doses de MDMA (conhecida como “pílula do amor”), 1.110 doses de heroína, 261 doses de cocaína, 54 selos de LSD, 34 doses de anfetamina e nove doses de barbitúricos.

De acordo com a GNR, foram ainda apreendidos quase 34 mil euros em dinheiro, cinco veículos, 51 telemóveis, armas e munições, balanças de precisão, sementes e plantas de canábis e uma estufa de cultivo de canábis completa.

As autoridades apreenderam ainda diverso material relacionado com o cultivo, corte, doseamento e acondicionamento de produtos estupefacientes.

Na operação policial foram ainda apreendidos dois corvos por se tratar de espécies de detenção proibida e lavrado um auto de contraordenação relativo a um cão de raça perigosa, no caso um pitbull.