Um menino de sete anos morreu este sábado ao cair do terceiro andar de um prédio, cerca das 15:08, na Avenida de São Miguel, na cidade da Guarda, disseram à agência Lusa fontes dos bombeiros e da proteção civil.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda, Paulo Sequeira, a criança morreu em consequência de "uma suposta queda de um terceiro andar para a via pública".

O responsável explicou à Lusa que quando os meios de socorro chegaram ao local a criança apresentava "diversas lesões e alguns hematomas" e encontrava-se "numa situação de paragem cardiorrespiratória que já não foi possível, infelizmente, reverter".

Foram feitas manobras [de reanimação] no local, mas, infelizmente, veio a confirmar-se o óbito", disse.

Paulo Sequeira indicou que as circunstâncias da queda estão a ser investigadas pelas autoridades policiais que compareceram no local.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda estiveram no local seis elementos e três viaturas dos Bombeiros Voluntários da Guarda, da VMER - Viatura Médica de Emergência e Reanimação e da PSP.