A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu mais de 33 toneladas de bacalhau, por suspeitas de anormalidade, numa empresa de Ílhavo, no distrito de Aveiro, anunciou hoje aquele organismo.

Em comunicado divulgado hoje, a ASAE refere que desencadeou uma ação de fiscalização direcionada a indústrias de produtos de origem animal, no concelho de Ílhavo.

Durante esta ação, realizada pela brigada especializada das indústrias, foi fiscalizada uma indústria de preparação e transformação de produtos da pesca, tendo sido apreendidas mais de 33 toneladas de bacalhau, por suspeitas de anormalidade.

“Após realização da perícia ao produto apreendido, foram encaminhados, para destruição 25 toneladas de bacalhau com falta de requisitos, no valor de 22.302 euros, numa unidade de transformação de subprodutos”, refere a mesma nota.

As restantes oito toneladas de bacalhau, foram devolvidas ao operador económico por se encontrarem em bom estado.

A ação teve ainda como resultado a instauração de um processo de contraordenação à empresa em causa.