A fadista Saudade dos Santos, de 75 anos, morreu esta sexta-feira na sua residência, em Lisboa, disse à Lusa um familiar.

O funeral da fadista e poetisa realiza-se na segunda-feira, a partir da Basílica da Estrela, em Lisboa, disse à Lusa um familiar, que não precisou a hora.

O velório da fadista tem lugar no domingo, a partir das 19:00, na Basílica, realizando-se o funeral e a cerimónia de cremação na segunda-feira, segundo a mesma fonte.

Saudade dos Santos, que também era poetisa e projetava publicar a sua obra completa de poesia, venceu em 1957 o concurso Rainha das Cantadeiras, realizado no Café Luso, em Lisboa.

A fadista pisou vários palcos, fez teatro, foi figura regular nas emissões da RTP e participou no filme «Canção da saudade» (1964), de Henrique Campos, no qual, entre outros, participaram Victor Gomes, Florbela Queirós, Simone de Oliveira, Tony de Matos e Madalena Iglésias

A fadista foi criadora de vários êxitos, entre os quais «Ó meu amor, marinheiro».

Do seu repertório, fazem parte, entre outros, «Chico da Mouraria», além de poemas da sua autoria.

Saudade dos Santos era casada com o empresário Emílio Mateus, da discográfica Estúdio.