O arrastão naufragado à entrada do porto da Figueira da Foz a 6 de outubro foi já removido do rio Mondego, disse hoje fonte portuária.

Fonte da Administração do Porto da Figueira da Foz disse que o navio foi posto a flutuar na quinta-feira e rebocado, durante a noite, para os Estaleiros Navais do Mondego, onde vai ser avaliada a possibilidade de ser desmantelado ou recuperado.

Nos últimos dias, foram removidas areias e outros detritos acumulados no interior da embarcação, que esteve submersa junto ao molhe sul do Mondego cerca de um mês e meio.

No arrastão Olívia Ribau seguiam sete pescadores, tendo dois sido resgatados com vida uma hora depois do acidente, por uma moto de água da Polícia Marítima. Cinco pescadores morreram neste naufrágio.