Um incêndio destruiu um edifício de dois andares, no centro histórico da cidade de Lagos. O fogo deflagrou ontem à noite. O vereador com o pelouro da proteção civil assegura que o prédio "não está em risco de ruir".

O edifício de dois andares de construção antiga, mas remodelado, onde funcionava um restaurante, ficou com o interior destruído, mas não está em risco de ruir".

Paulo Reis indicou que as chamas destruíram o interior do imóvel e afetaram ainda dois outros prédios contíguos que, no entanto, não sofreram danos consideráveis.

Apesar do edifício se encontrar numa zona pedonal, apenas com acesso pela frente, "a intervenção dos meios de socorro não foi afetada, tendo os meios pesados envolvidos tido livre acesso ao local, o que facilitou o combate ao fogo e a salvaguarda dos outros prédios".

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro, o incêndio deflagrou pelas 20:00 de quarta-feira na cozinha do restaurante e entrou em fase de rescaldo às 22:30, tendo sido combatido por 67 operacionais, apoiados por 22 veículos dos bombeiros voluntários de Lagos, Vila do Bispo, Aljezur, Lagoa, Portimão e Silves.

Segundo a mesma fonte, as chamas afetaram também uma habitação que estava desabitada e um estabelecimento comercial.