Uma mulher foi baleada esta sexta-feira em Famalicão, confirmou a GNR à TVI. O suspeito está em fuga e a Polícia Judiciária do Porto está a investigar o caso.

O alerta para uma agressão com arma de fogo em Vermoim, concelho de Famalicão, foi dado pelas 07:36 desta sexta-feira. 

A mulher de 34 anos foi alegadamente agredida pelo marido, de 45 anos, “num quadro de violência doméstica”, informou à Lusa fonte da GNR.

A mulher, ferida no braço, foi transportada para o hospital de Famalicão.

Os bombeiros foram chamados uma segunda vez ao local, pouco depois das 08:30, já que havia a suspeita de que "um individuo [estava] fechado na casa", que fica na Avenida João XXI, junto à EN 206, segundo fonte do CDOS. No entanto, segundo a Guarda Nacional Republicana, "não se confirmou" que o homem estivesse "barricado em casa".

Sabe-se agora que o alegado agressor pôs-se em fuga após os disparos, sendo o seu paradeiro ainda desconhecido. No entanto, já terá falado, via telefone, com a mãe, mas ter-se-á mostrado “muito confuso, sem saber dizer onde estava”.

Pouco depois, constatou-se que no interior do apartamento estava apenas um casal de idosos, pais do suposto agressor.

A EN206, que esteve fechada por questões de segurança, já foi reaberta ao trânsito. Os meios de socorro começaram a desmobilizar do local por volta das 10:00. 

Além da Polícia Judiciária, também a GNR está envolvida nas buscas para tentar localizar o autor dos disparos.