A GNR desmantelou um grupo suspeito por furtos de cobre na região Oeste, ao qual pertenceria um homem que morreu eletrocutado na quarta-feira, numa subestação elétrica em Torres Vedras. Foi esta morte que levou a Guarda a conseguir desmantelar a rede.

Foram detidos um homem e uma mulher, ambos com 40 anos, depois de ontem a GNR ter identificado um outro homem, encontrado morto por eletrocussão, numa subestação elétrica do Parque Eólico de Catefica, perto da localidade da Serra da Vila,lê-se em comunicado. Os três eram familiares, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Uma vez que não era funcionário do Parque Eólico e a vedação da subestação se encontrava cortada, a vítima mortal encontrava-se aí com o propósito de furtar metais não preciosos.

Após uma inspeção ao local, a GNR concluiu que existiriam outros suspeitos envolvidos no furto, vindo a identificar um homem e uma mulher que, na noite de terça para quarta-feira, quando ocorreu a morte do outro suspeito, terão vendido o material furtado.

A mesma fonte da GNR adiantou à Lusa que, nessa noite, o grupo terá furtado duas subestações elétricas localizadas na Serra da Vila, Torres Vedras, onde a GNR veio a apreender material em cobre que o grupo teria cortado para furtar.

Várias apreensões

O grupo é suspeito de, pelo menos, cinco furtos, três dos quais no concelho de Torres Vedras, um nas Caldas da Rainha e outro em Pombal, desde dezembro.

Após buscas a dois armazéns, onde efetuavam a recetação de metais não preciosos, e a um veículo, a GNR veio a recuperar material furtado e apreendeu várias ferramentas de corte e o veículo, que usavam para realizar os furtos.

Segundo a GNR, o material furtado e os danos causados terão provocado um prejuízo que ascende a 40 mil euros.

O homem e a mulher vão ser presentes, na sexta-feira, ao Tribunal de Torres Vedras e respondem não só por crimes de furto qualificado, como também de omissão de auxílio.

De acordo com a mesma fonte, ambos são suspeitos de não terem pedido socorro para prestar assistência ao homem, que veio a morrer eletrocutado.