São milhares as mulheres que todos os dias travam uma dura batalha contra as memórias dos maridos. São as companheiras e cuidadoras de mais de 100 mil ex-combatentes em Angola, Moçambique e Guiné-Bissau, vítimas de stress pós-traumático. São também elas mulheres de guerra.
 
O Repórter TVI retrata as lutas diárias de inúmeras mulheres portuguesas que nunca foram à guerra, mas que convivem com o stress pós-traumático, dos companheiros, antigos soldados na guerra do ultramar.

Homens que, na altura da guerra, eram jovens de 19 e 20 anos e que em nome do estado mataram e viram matar; sofreram e viram sofrer. De heróis da pátria passaram a ignorados. A depressão, a angústia, a frustração de muitos deles transformou-se numa herança pesada para as famílias.

Portugal enterrou os mortos, mas esqueceu-se de tratar dos vivos.