O bebé de um mês não morreu nos incêndios de domingo, confirmou à TVI fonte do CDOS de Coimbra. A informação tinha sido avançada, na segunda-feira, por Patrícia Gaspar, adjunta da Proteção Civil.

Um bebé, de apenas um mês, tinha sido dado como desaparecido no domingo e na segunda-feira, durante o briefing das 16:00 da Autoridade  Nacional de Proteção Civil, um jornalista questionou Patrícia Gaspar sobre a existência de um bebé entre as vítimas mortais, tendo esta confirmado que sim e que se tratava de uma criança que estava desaparecida.

"Sim. Em Tábua. Era a criança que estava desaparecida. Infelizmente, confirma-se", afirmou a adjunta da Proteção Civil. 

A mesma fonte do Comando Distrital de Coimbra esclarece que as únicas vítimas mortais de Tábua foram um casal de idosos. O último balanço apontava para 37 vítimas mortais.