O ex-primeiro-ministro José Sócrates saiu hoje de casa, em Lisboa, para visitar Mário Soares, um dia depois de ter deixado de estar em prisão domiciliária, sob vigilância policial.

Pouco depois das 13:00, José Sócrates saiu de casa sem prestar declarações aos jornalistas sobre questões judiciais.
 
“Vou visitar um amigo, o doutor Mário Soares, e tenho a esperança até de que com isto possa retribuir todas as visitas que ele me fez”.

José Sócrates foi libertado na sexta-feira, embora fique proibido de se ausentar de Portugal e de contactar com outros arguidos do processo da "Operação Marquês".

O ex-primeiro-ministro foi detido a 21 de novembro de 2014, no aeroporto de Lisboa, indiciado pelos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

Sócrates esteve preso preventivamente no Estabelecimento Prisional de Évora mais de nove meses, tendo esta medida de coação sido alterada para prisão domiciliária, com vigilância policial, a 04 de setembro.