O voo da companhia Binter entre o Porto Santo e o Aeroporto Cristiano Ronaldo, na Madeira, previsto para as 18:30 de hoje só partiu às 20:00 devido a uma alegada ameaça de bomba, indicou fonte aeroportuária.

"Falou-se de ameaça de bomba a bordo, mas o voo acabou por sair às 20:00 horas", disse a fonte, sendo que se tratou de um falso alarme.

O avião ficou retido na pista e os cerca de 40 passageiros abandonaram o aparelho, enquanto as autoridades policiais e aeroportuárias tomavam conta da ocorrência.

Mais tarde, procedeu-se a novo embarque e o avião efetuou o voo rumo ao Aeroporto Internacional da Madeira.