A adesão à greve dos enfermeiros relativamente ao turno da noite foi de 81% em todo o país, adiantou à agência Lusa Guadalupe Simões, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

“A adesão no que diz respeito ao turno da noite, que começou às 00:00 e terminou às 08:00 de hoje, foi de 81% em todo o país”, disse à Lusa Guadalupe Simões, remetendo para mais tarde dados sobre o turno da manhã.

De acordo com o SEP, na quinta-feira, primeiro dia de paralisação, a adesão dos enfermeiros situou-se, no período da manhã, entre os 72% e os 75% nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Os enfermeiros lutam pela aplicação efetiva das 35 horas de trabalho semanais para todos os enfermeiros, pela admissão de mais profissionais, pelo descongelamento das carreiras e pela reposição do valor integral das horas de qualidade e o descongelamento das carreiras.

A greve, que começou às 08:00 de quinta-feira, termina hoje nos centros de saúde, mas nos hospitais será mais cedo, com o final do turno da manhã.