A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira a detenção em flagrante delito de três homens suspeitos do crime de contrafação de notas e moedas, no âmbito de uma operação realizada a Norte do país.

Em comunicado, a PJ refere que no momento da abordagem, os suspeitos, de 29, 57 e 58 anos, “estavam a criar o molde de uma nota de 500 euros que seria utilizado na realização de notas falsas”.

No decurso da operação que decorreu em diversas zonas do Norte do país, refere a PJ, “foi possível localizar vários elementos utilizados na contrafação, destacando-se a apreensão de uma impressora a 3D, equipamento inovador e de grande precisão na execução das características das notas”.

Nesta operação vieram ainda a ser apreendidas moedas falsas, anilhas e punções com moldes de moedas de dois euros que seriam usados para a contrafação de moeda metálica, bem como maquinaria e prensas utilizadas na cunhagem”, acrescenta.

Os detidos, dos quais um já tinha antecedentes criminais por contrafação de moeda, vão agora ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.