Um incêndio numa associação cultural e desportiva de Vila Nova da Rainha, Tondela, na noite de sábado, fez pelo menos oito mortos.

O secretário de Estado da Saúde confirmou, no local, a existência de 35 feridos. Entretanto, já na manhã de domingo, o Ministério da Saúde atualizou o balanço para 38 feridos e 29 hospitalizados 

Fonte do INEM confirmou à TVI24 que 22 dos feridos são graves (sete são muito graves).

Os feridos foram encaminhados para os hospitais de Viseu, Tondela e Coimbra. No entanto, os mais graves vão ser transportados para hospitais de Lisboa e Porto.

Na origem do fogo está uma fonte de aquecimento, uma salamandra, adiantou José António Jesus, presidente da Câmara de Tondela.

A salamandra estava posicionada no meio da sala e ter-se-á incendiado, pegando fogo ao teto.

O pânico gerado com a explosão, com muitas pessoas a tropeçarem umas nas outras, acentuou o número de feridos do incêndio, a maior parte devido a queimaduras ou por inalação de fumo.

O autarca disse, ainda, que no local foi criado um "corredor de evacuação" para que as autoridades (Bombeiros, INEM, GNR e Câmara de Tondela) se certificassem do estado das vítimas.

O alerta foi dado às 20:51 e, uma hora depois, pelas 21:50 o incêndio foi dado como extinto.

No local estiveram 192 operacionais, 74 veículos e quatro helicópteros.

No momento em que as chamas deflagraram decorria um torneio de sueca e encontravam-se na associação cerca de 70 pessoas, de várias idades.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social ativou, entretanto, a Linha Nacional de Emergência Social através do número gratuito 144.

O primeiro-ministro já falou com o presidente da Câmara de Tondela sobre o incêndio desta noite, estando a ser acionados "todos os meios", segundo fonte oficial do Governo.

O Presidente da República vai ao local este domingo ao final da manhã, acompanhado do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Tanto Presidência como Governo manifestaram já a sua solidariedade para com os feridos e familiares e amigos das vítimas.

Veja também: