o secretário de Estado da Justiça exonerou os dois responsáveis pelo Citius