As ilhas dos grupos oriental e central, nos Açores, estão sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido a previsão de chuva forte, até às 22:00 desta segunda-feira (23:00 em Lisboa). A chuva forte causou deslizamento de terras e inundações em S. Miguel. 

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou na manhã desta segunda-feira as ilhas do grupo oriental (São Miguel e Santa Maria) sob aviso vermelho (o nível mais grave), mas o "deslocamento da depressão" levou à diminuição do nível de alerta, enquanto as ilhas do grupo central (Terceira, Graciosa, São Jorge, Faial e Pico) passaram de um aviso amarelo para laranja.

Nas ilhas do grupo oriental, além do aviso vermelho referente à chuva, há um aviso amarelo devido ao vento e à possibilidade de trovoada, até às 22:00 (hora local).

Também no grupo central, há um aviso amarelo referente ao vento, até à 01:00 de terça-feira (hora local), e à trovoada, até às 03:00.

O mau tempo provocou um deslizamento de terras e algumas inundações na ilha de São Miguel, durante a madrugada.

As previsões do IPMA para hoje apontavam para céu pouco nublado no grupo ocidental (ilhas das Flores e Corvo), mas com aumento da nebulosidade ao longo da tarde e vento norte.

Nos grupos oriental e central, a previsão era de céu muito nublado, tornando-se encoberto, períodos de chuva e aguaceiros por vezes fortes, condições favoráveis à ocorrência de trovoadas e vento nordeste bonançoso a moderado, tornando-se muito fresco a forte com rajadas até 90 quilómetros por hora.

Face a estas previsões meteorológicas, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores emitiu um alerta a recordar que o "eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas mais vulneráveis", recomenda "a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações", como cita a Lusa.

Se tiver fotos e vídeos do mau tempo nos Açores para euvi@tvi.pt