O Tribunal de Évora decretou a prisão preventiva de dois homens, detidos pela PSP na cidade alentejana, por alegada prática de violência doméstica, revelou esta quinta-feira à agência Lusa fonte judicial.

De acordo com a mesma fonte, em ambos os casos, que foram investigados pela PSP, os homens, na casa dos 30 anos, não eram casados com as vítimas, mas mantinham relações de vida de casal.

A medida de coação mais gravosa foi aplicada a ambos os homens, na quarta-feira, por um juiz de Instrução Criminal da Comarca de Évora.

Num dos casos, referiu a fonte, o detido ficou em prisão preventiva até que sejam averiguadas as condições para passar a prisão domiciliária, numa casa que não seja comum à da vítima.