A Polícia Marítima resgatou, na noite de terça-feira, 33 migrantes, dos quais seis crianças, quatro bebés e 12 mulheres, uma delas grávida, quando tentavam atravessar o Mar Egeu, da Turquia para a Grécia, num bote de borracha.

Em comunicado, a Polícia Marítima (PM) adianta que os migrantes são provenientes do Afeganistão (31) e dois do Irão e que foram transportados para o porto de Skala e entregues às autoridades gregas.

Durante a sua missão, que começou a 01 de maio, a Polícia Marítima já resgatou 742 migrantes, que continuam a arriscar a própria vida para entrar na Europa através do Mar Egeu.

A PM está em missão de apoio à guarda-costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço.