As buscas pela mulher de 92 anos desaparecida desde quinta-feira, em Bragança, vão prosseguir durante a noite desta sexta-feira e por tempo indeterminado, informou o Comando Distrital da GNR de Bragança.

De acordo com informação disponibilizada à Lusa, as buscas vão continuar durante a noite com elementos da GNR, dos bombeiros e também com a PSP, já que a zona onde a idosa terá desaparecido é limítrofe da cidade de Bragança, área de intervenção da Polícia de Segurança Pública.

A fonte da GNR indicou à Lusa que as autoridades ainda não conseguiram obter mais informação acerca do desaparecimento, além daquela que desencadeou o alerta e as buscas, na quinta-feira.

A idosa de 92 anos estará desaparecida desde “as 06:00 de quinta-feira” e as buscas foram iniciadas na manhã do mesmo dia.

Segundo ainda as autoridades, a mulher residia no Porto e era natural de Rebordaínhos, uma aldeia do concelho de Bragança, tendo também já residido nesta cidade.

A idosa estaria num lugar (Quintas da Seara) junto à cidade de Bragança, em casa de uma amiga a passar a época dos Fieis Defuntos.

Desde o alerta que as buscas nunca foram suspensas, de dia e durante a noite.