Um grupo de hackers «Outside the Law» afirma ter pirateado o site da Comissão da Carteira Profissional de Jornalistas (CCPJ) que permite aos jornalistas terem acesso ao seu perfil.

Segundo o mesmo grupo, centenas de emails e palavras-passe dos jornalistas, assim como mais de 470 mil documentos, foram hackeados e estão agora divulgados na internet.

A informação do ataque foi divulgada no Facebook e trás um novo aviso: «Caso mudem a Password de Administrador até dia 09/02/2015 nós vamos usar as cartas que temos na manga».
 
 
 


Contactada pela TVI24, a CCPJ confirma que «poderá ter havido um acesso indevido à sua aplicação, que poderá ter permitido a visualização e eventual cópia/reprodução de documentos digitalizados nela arquivados».

«Feitas as adequadas avaliações técnicas, não se confirma que tenha sido conseguido o acesso aos registos informáticos individuais dos jornalistas», lê-se no comunicado enviado à TVI24.


Segundo a CCPJ, esta «não foi a primeira vez» que foram alvo de «tentativas de acesso aos dados dos jornalistas, tendo sido, numa outra ocasião recente, apresentada participação criminal ao DIAP, procedimento que será repetido nesta ocasião».

A Comissão garante, no entanto, que «ao contrário do que é referido na notícia, o username e a password divulgados não existiam na base de dados da CCPJ, tendo sido criados pelos indiciados suspeitos. Esses elementos, a par da lista de usernames, passwords e e-mails divulgada, já devidamente testada pela CCPJ, não permitem o acesso à aplicação informática».

«A CCPJ já procedeu a alterações na aplicação, trabalho que irá continuar nos próximos dias, para reforçar a segurança dos seus registos informáticos».