Uma ameaça de bomba no Palácio da Justiça, no Porto, levou a que uma brigada de inativação de explosivos da PSP tivesse sido sinalizada para o local.  

A TVI apurou, entretanto, que a situação já foi resolvida e que se tratou de um falso alarme.

Os trabalhos no Palácio de Justiça estiveram interrompidos durante 50 minutos, devido a uma ameaça de bomba por carta. Como foi a primeira vez que tal aconteceu, o juiz presidente do tribunal levou a ameaça a sério e alertou as autoridades. 

O edifício, onde se encontravam centenas de funcionários, foi evacuado. Passado cerca de uma hora, os trabalhos foram retomados, já que se verificou que a dita ameaça não teve fundamento. 

O trânsito não foi cortado e os serviços voltaram à normalidade perto das 15:00.

No Palácio da Justiça funcionam, entre outros serviços, o Tribunal da Relação do Porto, juízos cíveis e o Tribunal do Trabalho.

Notícia corrigida e atualizada às 15:45