A Zon Multimédia avançou esta quarta-feira que os resultados dos dois primeiros meses deste ano foram «francamente bons», superiores aos de 2008.

Zon contrata mais 70 trabalhadores

Segundo o presidente da dona da TV Cabo, Rodrigo Costa, os resultados relativos a Janeiro e Fevereiro de 2009 «foram melhores do que os obtidos em igual período do ano passado» e, por isso, dão esperança de que o futuro possa ser «ainda melhor».

Na conferência de imprensa de apresentação das contas relativas ao ano passado, Rodrigo Costa, mostrou-se ainda optimista, com os resultados obtidos no total do ano de 2008, e confiante quanto ao futuro: «o mercado é de incerteza em termos macro-económicos, mas estamos convencidos que estamos no caminho certo», disse.

Banda larga móvel pré-paga ainda no 1º semestre

Mais. A empresa adiantou que está «a preparar uma boa surpresa para o final do ano» e garante que no primeiro semestre de 2009 vai iniciar ofertas de banda larga móvel pré-paga e homezoning.

Recorde-se que a empresa apresentou esta quarta-feira lucros que caíram 2,8% para os 47,9 milhões de euros, em 2008. A dívida financeira líquida da empresa subiu para 552,5 milhões de euros, o que representa um rácio de 2,3 vezes sobre o EBITDA.

Vai remunerar accionistas acima dos pares

«Apenas precisaremos de renegociar 20% do total em 2009, cerca de 100 milhões de euros, portanto estamos confortáveis com a situação da dívida», afirmou o Chief Financial Officer (CFO) da Zon, José Pereira da Costa.

Zon pode vir a antecipar metas propostas para 2010

Já o administrador Luís Lopes garantiu aos jornalistas que a operadora poderá vir a antecipar as metas a que se tinha proposto para 2010.

«Podemos conseguir atingir o target definido para 2010 num ano», disse.

Venda da SIC Notícias foi «negócio interessante»

Recorde-se que o objectivo da Zon era chegar a um crescimento de 60 mil clientes na TV subscrição. No entanto, a operadora já obteve um crescimento de 66 mil, devido às aquisições da Partifel e da Tvtel.

Quanto à banda larga, a meta era de 60 mil, mas a empresa alcançou os 119 mil. Na voz, a Zon teria de crescer 180 mil, mas conseguiu chegar aos 263 mil.

Zon atenta à expansão internacional

No que diz respeito à internacionalização, a operadora garante que está «atenta a oportunidades de expansão», sobretudo em África. O enfoque vai sobretudo para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, «devido à proximidade linguística e cultural».

Rodrigo Costa admite, no entanto, que num momento de crise é mais difícil «criar novos negócios».