A bolsa em Lisboa abriu a sessão no verde, mas já inverteu essa tendência e segue a negociar com perdas ligeiras, acompanhando a tendência das restantes praças europeias, cujas perdas rondam na casa do meio por cento.

O DAX perde 1,14%, o CAC derrapa 0,45%, o FTSE tomba 0,66% e o IBEX ganha 0,17%.

Este pessimismo contraria os ganhos obtidos pela bolsa japonesa, que fechou a sessão de hoje a ganhar mais de 4,5%, animada pelo sector financeiro e pela notícia de que o norte-americano Citigroup vai ter o melhor trimestre de 2007.

Por cá, o PSI20 perde 0,02% para os 5.868,35 pontos.

A banca continua animada. O BES ganha 1,25% para os 4,83 euros, o BCP trepa 1,15% para os 0,61 euros e o BPI soma 0,77% para os 1,43 euros.

Destaque ainda para a Teixeira Duarte que valoriza 0,92% para os 0,43 euros. A construtora vai «entregar» o Lagoas Park ao BCP por 200 milhões de euros.

Na energia, a Galp Energia soma 0,36% para os 8,81 euros. Desde o início do ano, as acções da petrolífera já avançaram mais de 22%, permitindo ganhos na ordem dos mil milhões.

Brisa lidera perdas

Ainda no sector, a EDP Renováveis segue inalterada nos 5,75 euros e a EDP perde 0,56% para os 1,40 euros.

Cartão vermelho também para a Brisa que lidera perdas, ao derrapar 1,58% para os 4,47 euros.

Nas telecomunicações, a PT cai 0,58% para os 5,78 euros e a Zon Multimédia perde 0,68% para os 3,74 euros.

Nos Estados Unidos, os mercados fecharam ontem em fortes ganhos, com o Dow Jones a ganhar 5,80% e o Nasdaq a trepar 6,57%.