A SAD do Sporting registou prejuízos de 2,332 milhões de euros no primeiro semestre da actual temporada, ou seja entre Julho e Dezembro de 2008.

Em comunicação ao mercado, o clube leonino explica que teve resultados operacionais de 454 mil euros e um EBITDA de 5,872 milhões de euros.

Comparativamente a igual período do ano transacto, registou-se também um aumento de proveitos operacionais em 22,7% (para 5,5 milhões de euros).

«Ao nível dos custos operacionais, excluindo amortizações, perdas e imparidades e custos/proveitos com transacções de passes jogadores, registou-se igualmente um aumento na ordem dos 33% comparativamente com o período homólogo do exercício transacto», refere o Sporting.

Porto passa de lucros a prejuízos de 1,4 milhões

A tendência é explicada por factores como o ajustamento contabilístico adoptado ou o agravamento causado pelo número de jogos realizados na pré-época e «custos em deslocações e estadas da equipa em virtude do aumento dos preços de avião e combustíveis».

Em consequência do investimento de 7,8 milhões de euros feito no plantel, registou-se também um aumento em cerca de 1,8 milhões em amortizações.

«Entretanto, foi celebrado o Acordo de Reestruturação Financeira entre os Bancos financiadores e o Grupo SCP, o qual permitirá reduzir substancialmente os encargos financeiros no decorrer do 2º semestre», diz o Sporting em comunicado.