O BCP foi alvo de mais uma venda curta, chamada de short-selling, que permite ganhar dinheiro apostando na queda das acções. Desta vez, foi vendida a descoberto uma posição de 0,25% no capital do banco.

Em comunicado, o BCP explica ter sido informado pela TT International, com sede em Londres, Reino Unido, de que os fundos por si geridos venderam a descoberto 11.871.127 acções do banco, correspondentes a 0,25% do capital social do banco.

Egerton vende posição no BCP a descoberto

CMVM investiga suspeitas de manipulação do mercado

A operação foi feita no dia 23 de Fevereiro de 2009, através de contrato de empréstimo de títulos.

Os fundos geridos pela entidade em causa são o Caxton International Ltd,

Lyxor/TT Fund Limited, Permal Europe Limited, Triton 600 Limited, TT Long/Short Europe Fund Limited e o TT Financials Long/Short Fund Limited.

Venda a descoberto já não tem de ser comunicada diariamente

Ganhou 67 milhões em 25 minutos