O ministro dos Transportes espera ter 85 por cento do país coberto com sinal digital (TDT) até ao fim de 2009.

Mário Lino defendeu, citado pela Lusa, que Portugal tem todas as condições para lançar um cluster industrial na área das telecomunicações.

O responsável falava num conferência de imprensa sobre a aprovação, na generalidade, do decreto-lei que define o regime aplicável às construção, acesso e instalação de redes e infra-estruturas de comunicações electrónicas que considerou «mais um passo na aposta do desenvolvimento de redes de nova geração» (RNG).

«Contamos desligar o analógico em 2012», disse Mário Lino. «Temos todas as condições para lançar um cluster industrial na área das telecomunicações, como decorre do investimento na TDT, na RNG e do conjunto já vasto de centros de investigação e desenvolvimento e de várias empresas espalhadas pelo país», defendeu.

«Estamos a investir num quadro de crise mundial em que este investimento é considerado prioritário e está a ser feito num país que tem evoluído bem nesse sentido e tem todas as condições de se afirmar como parceiro industrial nesta matéria», disse.

O decreto-lei que define o regime aplicável à construção, acesso e instalação de redes e infra-estruturas de comunicações electrónicas estará em consulta pública até 17 Março, no site do Ministério dos Transportes e comunicações.