A Unicer, empresa que detém a «Super Bock», quer continuar a liderar em 2009. Mas deixa um recado à sua principal concorrente, a Central de Cervejas, detentora da «Sagres»: este ano, conta consolidar a sua liderança «com base na confiança, sem fazer guerras de compra ou de quotas de mercado».

Em comunicado, a Unicer lembra que se manteve à frente da principal concorrente no total do ano, de acordo com os dados da AC Nielsen. A empresa detém 50,3 por cento, em valor, mais 2,4 pontos percentuais face à Central de Cervejas.

«Reitera-se, assim, uma liderança que persiste há mais de 15 anos», diz a Unicer.

Actualmente, e de acordo com os números disponibilizados pela consultora, o mercado interno representa 950 milhões de euros, o que se traduz em 426 milhões de litros vendidos.