As vendas de imóveis em segunda mão nos Estados Unidos caíram quase 15 por cento, em Janeiro, atingindo o valor mais baixo dos últimos 12 anos, disse quarta-feira a Associação Nacional dos Agentes Imobiliários, refere a Lusa.

A Associação norte-americana acrescenta que os preços das habitações caíram 14,8 por cento ao longo do último ano e que cerca de 45 por cento das casas vendidas em segunda mão no mês passado pertenciam a pessoas que estavam com problemas para pagar a prestação mensal e que venderam os imóveis para evitar a execução das hipotecas.

«Dadas as discussões de Janeiro sobre o plano de estímulo económico, muitos potenciais compradores decidiram esperar para conhecer melhor as ajudas previstas para o sector imobiliário», disse Lawrence Yun, responsável pela Associação.

Quanto ao preço das operações, a Associação Nacional de Agentes Imobiliários disse que, em média, as casas foram vendidas por 170.300 dólares (mais de 134 mil euros), o valor mais baixo dos últimos seis anos.

Em 2008, venderam-se no total 4,9 milhões de casas em segunda mão nos Estados Unidos, contra os 5,6 milhões de habitações comercializadas em 2007.

De acordo com esta associação, existem cerca de 3,6 milhões de casas em segunda mão para serem comercializadas, sendo que 25 por cento destas estão em fase de execução da hipoteca.