Caçador devorado por leões

Antes, o homem já tinha sido atacado por hipopótamos

Por: tvi24 / CP    |   25 de Março de 2010 às 19:00
Um caçador foi devorado por leões no Parque Nacional Kruger, na África do Sul, já depois de ter sido atacado por hipopótamos, revelaram esta quinta-feira os administradores do parque, citados pela BBC.

A vítima estava com mais dois colegas, que entraram ilegalmente na reserva para ver se algum animal tinha caído nas armadilhas montadas previamente.

Quando foram atacados pelos hipopótamos, os três homens correram cada um para o seu lado. Dois conseguiram sair do Kruger e foram posteriormente detidos, mas o mais azarado foi comido pelos leões.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Migração de animais no Quénia
Migração de animais no Quénia
COMENTÁRIOS

PUB
«Se Sócrates não fosse quem é, não estaria preso»

O advogado João Araújo, que representa o antigo primeiro-ministro José Sócrates, está convicto da inocência do cliente: «Acredito e declaro, com toda a certeza possível, que o senhor engenheiro José Sócrates não praticou aqueles crimes que lhe imputam». O causídico disse, no «Jornal das 8» da TVI, que o «processo tem uma face profundamente política». «O facto de ele ser quem é, influenciou a decisão do juiz», sublinhou