A proposta de Cavaco Silva visa reaver a autonomia política, depois de alcançada a autonomia financeira. A opinião é de Vítor Bento, em entrevista esta no «Jornal das 8», na TVI.

O economista e conselheiro de Estado disse que o Presidente da República espera um acordo entre os partidos que assinaram o acordo com a troika .

«O cenário ideal será conseguir uma resposta positiva ao desafio que lançou. Isto é, ter o acordo tripartidário para um horizonte suficientemente largo, ou seja mais do que uma legislatura. Que assegure a estabilidade no quadro previsional da economia e da sociedade portuguesa para os próximos cinco, seis anos, sem que isso prejudique a alternância democrática. Que dessa forma Portugal complete o programa de ajustamento e entre na normalidade económica e financeira, reganhando a sua autonomia financeira e através da financeira a autonomia política», disse.