O secretário-geral do PS disse esta segunda-feira não acreditar na declaração do vice-primeiro-ministro de que o Governo vai iniciar a redução do IRS em 2015, frisando que os portugueses estão «imunes» à «ilusão» criada pelo Governo antes de atos eleitorais.

António José Seguro falava no final de uma reunião com autarcas socialistas sobre «gestão da água e dos resíduos», que se realizou esta segunda-feira à tarde no Castelo de Torres Novas.

Questionado sobre a declaração feita por Paulo Portas esta segunda-feira em Madrid, o líder socialista afirmou que os portugueses «têm que ter presente que este Governo diz que vai aplicar ainda mais cortes nas pensões e reformas mas que só vai fazer os acertos no segundo semestre deste ano, isto é depois das eleições europeias».

«Os portugueses já perceberam uma coisa: que a palavra deste Governo antes das eleições é só para tentar buscar os votos dos portugueses, mas os portugueses estão imunes a essa ilusão», afirmou.