Notícia atualizada

O antigo ministro da Educação e da Defesa Veiga Simão morreu este sábado aos 85 anos, no Hospital dos Lusíadas, vítima de doença prolongada, disse à agência Lusa fonte familiar.

O corpo do último ministro da Educação do Estado Novo estará este sábado em câmara ardente na igreja de Santa Joana Princesa e o funeral realiza-se no domingo para o cemitério do Alto de São João.

Licenciado em Físico-Química pela Universidade de Coimbra e doutorado em Física Nuclear na Universidade de Cambridge, Veiga Simão foi professor e reitor da Universidade de Lourenço Marques na década de 1960.

Foi o último ministro da Educação antes do 25 de Abril, tendo lançado uma profunda reforma no ensino que ficou conhecida como a «reforma Veiga Simão».

Depois da revolução dos Cravos foi deputado socialista pela Guarda, ministro da Energia (1983-1985) no Governo de Mário Soares e da Defesa Nacional (1997-1999) quando era primeiro-ministro António Guterres.