O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse hoje que o PCP continuará em 2014 a lutar contra a «política destrutiva» do Governo, que acusa de querer roubar a «alegria de viver» aos portugueses.

Na mensagem de ano novo do líder comunista, hoje divulgada pelo partido, Jerónimo de Sousa deixa aos portugueses «uma palavra de confiança, de esperança, dessa esperança que não fica à espera, que ganha nova dimensão com a luta dos trabalhadores e do povo».

O PCP, seja «nas horas boas e nas horas más, estará do lado certo, do lado dos trabalhadores e do povo português», garantiu o secretário-geral comunista.

No vídeo, com cerca de minuto e meio de duração, Jerónimo de Sousa voltar a criticar a «política destrutiva» do executivo liderado por Pedro Passos Coelho, dando como exemplos o «confisco de salários, reformas e pensões e ataques a direitos fundamentais» dos cidadãos.

«Querem também roubar a esperança, querem também roubar a alegria de viver ao povo português. Não podemos permitir que triunfe esta política de empobrecimento e exploração», declarou o líder do PCP.