A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, lembrou Nelson Mandela como «um dos homens mais extraordinários da história», afirmando que será nesse «ambiente de memória», de um «dia triste», que os deputados trabalharão esta sexta-feira.

Mandela: Cavaco Silva lamenta morte de «figura maior»

Nelson Mandela: Passos lamenta morte de «referência inspiradora»

«Vamos hoje trabalhar num dia triste, em que morreu Nelson Mandela, um dos homens mais extraordinários da história, Nelson Mandela, sobre quem os grupos pretendem apresentar um voto», afirmou Assunção Esteves na abertura dos trabalhos parlamentares.

«É nesse ambiente de memória e de projeto que Mandela nos merece que hoje vamos trabalhar», acrescentou a presidente do Parlamento ouvida pela Lusa.