«A felicidade geral dos participantes define as negociações entre os partidos da troika. Andam a saltitar de sede em sede partidária, com inegável prazer no segredo, no silêncio e na sombra. O toma-lá-dá-cá partidário está implícito. E exige um aviso bem sério aos pantomineiros do interesse nacional, que agora fazem a ponte entre margens iguais...»