A partir de hoje, mais ninguém se pode inscrever para votar nas autárquicas marcadas para 1 de outubro. A Comissão Nacional de Eleições anunciou que a atualização do recenseamento eleitoral está suspensa.

“No 60.º dia que antecede cada eleição (...) e até à sua realização, é suspensa a atualização do recenseamento eleitoral”, é referido no mapa-calendário.

De acordo com o diploma publicado a 17 de julho, Portugal tem 9.396.680 eleitores inscritos que podem votar nas próximas eleições.

É um número inferior ao dos anteriores anos eleitorais, em que estavam registados mais de 9,5 milhões. A maioria dos inscritos é portuguesa.

Há 13.400 cidadãos da União Europeia não-nacionais e praticamente outros tantos estrangeiros de fora da União e residentes em Portugal.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2013, não votaram quase metade dos eleitores inscritos. A abstenção foi de 47,40%, pelo que não votaram 4.503.098 eleitores.