O secretário-geral do PS manifestou-se esta terça-feira muito satisfeito por a Comissão Política do seu partido ter aprovado apenas com três abstenções a comissão eleitoral das primárias para a escolha do candidato socialista a primeiro-ministro.

Costa: «Finalmente uma boa decisão»

António José Seguro falava aos jornalistas no final da reunião da Comissão Política Nacional do PS, que durou escassos 45 minutos e que aprovou a sua proposta de comissão eleitoral das primárias sem qualquer voto contra.

«O que me parece importante salientar é que nas questões fundamentais houve um grande consenso nesta Comissão Política, na marcação das primárias, na elaboração do regulamento e, sobretudo, na eleição desta comissão eleitoral. Como líder do PS, isso é o que me deixa mais satisfeito», declarou o líder socialista.

Segundo o secretário-geral do PS, com o processo de eleições primárias a 28 de setembro, o seu partido «está a contribuir para a abertura à participação dos eleitores socialistas na escolha do candidato a primeiro-ministro».

«Desejo agora que o processo suscite o envolvimento, o interesse e a participação das portuguesas e dos portugueses», acrescentou.

A comissão eleitoral das primárias agora escolhida é presidida pelo ex-ministro Jorge Coelho, integrando ainda o ex-juiz do Tribunal Constitucional Ribeiro Mendes e a ex-deputada socialista Maria Carrilho.