O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, desejou este domingo um "dia tranquilo" após votar para a eleição do seu sucessor em Belém, sublinhando que sai do cargo a 9 de março e que já tem direito a descanso.

"Acabei de cumprir o meu dever, votando. Há bem poucos dias disse que nunca tinha feito um único comentário sobre estas eleições e que ia manter essa atitude até ao fim e expliquei porquê. E, hoje, faço questão de manter a palavra dada", afirmou o chefe de Estado.

Por isso, acrescentou, a única coisa que pode dizer é desejar "um dia tranquilo".


"A única coisa que vos posso dizer é desejar que tenham um dia tranquilo e até à próxima", declarou Cavaco Silva, minutos depois de ter votado para as eleições presidenciais na 1.ª secção do agrupamento de Escolas Padre Bartolomeu de Gusmão, na freguesia da Estrela, em Lisboa.


Questionado se tem pena de não se poder recandidatar novamente, o chefe de Estado recordou que sai da Presidência da República no dia 09 de março, depois de ter desempenhado as suas funções nos termos da Constituição e da lei.

"E, já tenho direito a descanso", acrescentou.


Interrogado se fez tudo como quis e tudo bem ao longo dos seus dois mandatos em Belém, Cavaco Silva disse a rir: "tudo, tudo, tudo".


Para participação nas redes sociais a hashtag a usar é #presidenciaistvi24 
 
 
Siga a eleição do novo Presidente à República, ao minuto, aqui.